quinta-feira, 16 de julho de 2009

HARRY POTTER E O ENIGMA DO PRÍNCIPE - um filme fantástico, mas que não conseguiu superar o livro...

Olá

Ontem eu fui ao cinema assistir a estréia de um dos filmes mais aguardados do ano ou o mais aguardado do ano, principalmente para as crianças e adolescentes. Eu como sou fã da série já faz muito tempo, já li todos os livros e vi os filmes inúmeras vezes, estava aguardando esta estréia com muita ansiedade.

A minha história de ida ao cinema foi mais ou menos uma maratona: vi os horários das salas dos cinemas aqui da minha cidade, eu queria ir ver a sessão das 19:30, porém uma amiga me liga dizendo que todos os horários estão esgotados. Pra quê! Achei um absurdo, tentei ligar no shopping, mas ninguém atendia. Sai do trabalho e fui me encontrar com essa minha amiga. Cheguei lá era 17:15. A fila estava enorme: tinha fila pra comprar o ingresso e fila pra entrar na sala. A molecada foi em peso. Como tinha uma fila enorme, resolvi perguntar se tinha ingresso ainda pra sessão das 19:30: a moça da bilheteria disse que não, já tinha esgotado, mas que ainda tinha pro horário das18:15. Nossa, perfeito, melhor ainda! Fomos então para a sala, que lotou.

O filme começou na maior gritaria, mas conforme a história foi passando o silêncio tomou conta da sala, silêncio este que só era interrompido pelas peripécias vividas pelo cômico amigo de Harry Potter, Rony Weasley.

É nesse momento de descontração que começa meus comentários sobre o filme, que por sinal é mais sombrio que engraçado.

Sinopse: Enquanto Harry (Daniel Hadcliffe) inicia o sexto ano letivo em Hogwarts, Lorde Voldemort espalha destruição por toda a Inglaterra e a pressão para derrotá-lo torna-se cada vez mais forte. Usando um antigo livro de poções que pertenceu ao “Príncipe Mestiço”, Harry aprofunda seus conhecimentos de magia e prepara-se para a batalha. Antes, porém, ele precisa ajudar Dumbledore a descobrir o segredo da cruzada de Voldemort para conseguir a eternidade – os esconderijos de seus Horcruxes. Mas a busca pelos Horcruxes leva a uma batalha em Hogwarts, com um terrível desfecho, e Harry acredita que deve seguir sozinho para derrotar o Lorde das Trevas.

Quem leu o livro perceberá inúmeras mudanças e inclusive uma ou duas cenas que não existem na obra de J. K. Rowling. EU GOSTEI DO RESULTADO FINAL, porém a minha decepção veio a tona quando vi que inúmeros trechos do livro, que eu sonhava em ver materializado no filme, simplesmente foram ignorados pelo roteirista. Não falo de partes secundárias que não fariam a menor diferença se estivessem no filme ou não, falo sim de partes que são cruciais para a compreensão de quem era Tom Ridley e de como ele se transformou no Lord Voldemort. Acho que no filme Dumbledore mostra ao Harry três lembranças no máximo, mas no livro as lembranças são muitas, desde sobre a mãe e a família de Tom Ridley até ele mais velho, quando vai pedir emprego de professor de Defesa Contra as Artes das Trevas em Hogwarts. Também me decepcionei com a cena do lago, no livro é bem mais assustador, lembro que fiquei todo arrepiado de medo quando li. E minha última decepção foi no final propriamente dito, pois no livro Rolling narra uma batalha incrível entre os alunos de Hogwarts junto com os professores e membros da AD (Armada Dumbledore) contra os Comensais da Morte e um grupo de Lobisomens. No filme isso não acontece.

Apesar das frustrações, enxerguei inúmeros progressos na franquia. Os atores estão mais maduros – não falo isso fisicamente e sim profissionalmente – e a fotografia do filme é incrível – a melhor de todos. O ar sombrio não é surpresa para ninguém, todos vimos nos filmes anteriores que Voldemort (aquele que não deve ser nomeado) voltou a aterrorizar o mundo dos bruxos, espalhando medo a todos. No entanto, o ar cômico fica a cargo de Rony e sua namorada Lilá Brown, uma garota extremamente apaixonada por ele (do tipo grude).

Harry Potter não é mais um simples garoto que sobreviveu ao feitiço mortal, agora ele está ciente do seu papel no combate ao Lorde das Trevas. Ele tem que enfrentar Voldemort, não porque uma profecia diz isso, mas porque essa é sua vontade, já que ele matou seus pais e é responsável pela morte de inúmeros bruxos e trouxas no mundo todo. A amizade de Harry com Hermione e Rony se fortalece ainda mais e romances surgem na vida dos três. Combater Voldemort e seus Comensais da Morte não será a única preocupação de Harry, agora ele terá que encontrar os terríveis Horcruxes e destruí-los.

O tal livro do Príncipe Mestiço é um mero coadjuvante no filme – ao contrário do que se passa no livro de Rowling – mas mesmo assim a revelação de quem é o Príncipe Mestiço e a circunstância que esse fato é revelado é bastante chocante.

Analisando o filme, sem levar em conta o livro, eu o considero muito satisfatório. Mas ainda fico com a sensação de que David Yates quis agradar mais as críticas que os fãs.

DRACO DORMIENS NUNQUAM TITILANDUS

Trailer legendado:

video

23 comentários:

  1. Não li o livro, mas estou ansioso pra ver essa evolução na saga. Até pq acho os anteriores ótimos. Abs!

    ResponderExcluir
  2. Oi Bruno!

    Também ja vi o filme e fiquei com a sensação de que podia ter sido muito melhor do que foi...a cena final é realmente decepcionante...

    Escrevi um comentário sobre o filme no epipocando também...depois da uma olhada!

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Na verdade, gostei muito do filme. E talvez por não estar contaminado pela leitura do livro, já que não o fiz, o filme pareceu-me completo e fechado em si, como deve, já que é uma obra diferente. Espero poder logo escrever sobre o filme lá no Pensando Imagem e Som.

    Enfim, um ótimo texto, muito bem pautado, típicode um conhecedor de causa. Parabéns pelo trabalho, Bruno!

    Há braços
    Paulo

    ResponderExcluir
  4. Ler o título de seu post me fez pensar na seguinte questão: será papel do cinema superar a literatura em suas adaptações? Gosto muito da opinião do literato Ivan Junqueira (da ABL) quando diz que adaptação é "recriação" e não seguir à risca o original, ou seja, uma nova visão sobre o texto.

    ResponderExcluir
  5. o livro é dos melhores da série.
    vejo o filme, se possível, ainda nesse fim de semana. abraço :)

    ResponderExcluir
  6. Pra falar a verdade, se tiver algum filme que seja tão bom quanto o livro, e não o supere, será o últim por está dividido em duas partes... mas o roteiro peca forçadamente nesse e por isso não curti tanto... já a produção está incrivelmente impecável. Nota 7.5/10

    ResponderExcluir
  7. Olá Altieres!
    Ñ sou fã de HP, vi os outros filmes só por ver, até achei legais, mas ñ fiquei fã, esse 6° deixarei pra ver bem futuramente, ñ estou com pressa..hehe..mas respeito é claro todos q são fãs e gostam do bruxinho
    Abs! Diego!

    ResponderExcluir
  8. Como ainda não assisti ao filme - quero ver se faço isso amanhã -, não li teu post, pois quero manter a surpresa. :-)

    ResponderExcluir
  9. Esse ainda não vi, mas estou super ansioso. Só não li o post para não ficar sabendo de muitos detalhes, rsrsrs.

    ResponderExcluir
  10. Não sou grande fã da saga, mas admiro todo este fenómeno em volta da mesma. Com ou sem qualidade, há ali uma grande máquina de fazer dinheiro... :)

    Abraço.

    ResponderExcluir
  11. oii :)

    Quero assistir esse. Eu nunca leio os livros de Harry Potter, mas gosto dos filmes. Então não espero muita coisa de qualquer jeito.
    Geralmente o livro faz vc ter uma espectativa maior em relação ao filme. Foi assim que me senti com "Crepúsculo " , achei o livro melhor também. Mas de qq forma ainda achei o filme bom. Acho que nao tem mesmo como esses filmes serem melhores que os livros.

    bjos

    ResponderExcluir
  12. Olha, concordo co qoeu vcoê disse, realmente algumas parte ficaram faltando, como a da família do Voldemort, que foi uma das partes que mais curti no livro, e as outras lembranças tn, porém, acho que não tem como colocar tudo em filme, é impossível. Por isso disse lá no meu blog, que não pode fazer a comparação entre o livro, porque se você for ver, os livros são uma coisa, e os filmes são outra coisa.

    Mais, eu gostei deste, achei a parte cômica muito bacana.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  13. TEnho um blog de cinema e tv e adorei seu blog, gostaria de fazer uma parceria em forma de troca de links
    Se tiver interesse mande noticias.

    Lostemarvel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Altieres, blz?

    Assisti até o quarto filme, então estou um pouco atrasado para comentar este novo. Posso dizer que apesar de não ser fã de livros de ficção, gosto muito desta série de filmes, eles mesclam muito bem ficção, aventura, drama e tem personagens muito bem desenvolvidos.

    Preciso assistir ao anterior ainda para seguir a sequência.

    Abraço

    ResponderExcluir
  15. opaa
    cara eu naum gosto de harry..hehe mas geral a falandu q naum foi tao bom...eu nem leio o livro qnd sei q vai lança o filme hsuahsua

    http://publicandobr.blogspot.com/2009/07/karl-maden-1917-2009.html

    ResponderExcluir
  16. Como prometido, conferi o filme e estou de volta aqui. Olha, desde "O Prisioneiro de Azkaban" não tinha saído tão satisfeita de uma sessão de um filme da série "Harry Potter". Mesmo com os problemas de roteiro, o longa é bom porque se assume pelo que é. E eu gosto disso. Não me senti enrolada, como em outras vezes.

    ResponderExcluir
  17. Quando o primeiro livro de Harry Potter foi lançado eu já era burro-velho, cheio de ranço literário, afundado nos clássicos, cheio de pré-conceitos. Fazer o quê? Fato é que não fiz amizade com a série - e agora nem tenho interesse em assim fazer. Mas, reconhecidamente, há um trabalho de direção de arte nos filmes que é formidável.

    Abs!

    ResponderExcluir
  18. Oi Altieres,
    Como ainda não assisti, não posso nem comentar sobre o filme... Mas sinceramente, pelas imagens e trailer acho que é uma excelente produção!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  19. Oi, Altieres!

    Acredita que apesar de eu adorar literatura e filmes fantasia ainda não entrei no mundo de Harry Porter?!!!
    Mas com certeza eu ainda me atualizo!
    Bj!

    ResponderExcluir
  20. Bruno, que o filme poderia ter sido bem melhor, ou mais fiel ao livro, tudo bem, não discordo, mas concorda que a essência da obra, que Voldemort voltou, agora a batalha é oficial, e, que Harry têm de derrotá-lo, por meio de encontrar as Horcrux(ainda que não tenha mostrado exatamente todas) foi mantida e, quem não leu o livro, pode entender? Não tive tempo de reler o livro antes da estreia do filme e, agora só quando acabar de ler Amanhecer, pq já cansei da péssima mania de tentar ler vários livros no mesmo período.... E, acho impossível um filme ser 100% fiel ao livro, releia Prisioneiro de Azkaban, e verá que ele não foi fiel ao livro, não só pela adaptação, mas também por inversão de ordem (coisas que no livro ocorrem no início, no filme ocorrem no fim) Contudo, na essência da obra, um prisioneiro misterioso que supostamente teria entregue os pais do Potter ao Voldemort e pretendia matá-lo, na verdade só queria provar sua inocência e o verdadeiro traidor era o animago, o Rabicho, rato do Rony. Ao meu ver, o melhor dentre todos os filmes da saga, apesar disso que acabei de mencionar. Entretanto, pelas adaptações e inversões de ordem, mtos pottermaníacos, odeiam este filme. Particularmente, acho que se faz mto estardalhaço em cima do atual filme, ao meu ver, nos mínimos detalhes pode não ter sido fiel ao livro, mas na essência foi, contrariamente aquele filme PODRE que foi Ordem da Fênix e, gozado ele não provocou estardalhaço... Aliás, acho que quem viu o filme atual, sem ter lido o livro 5, realmente "boiou" em algumas partes, tendo em vista que o filme cita fatos consequentes ao acontecido no livro anterior, mas que não foram mostrados no podre filme anterior. No mais, sei que li Enigma do Príncipe de mta má vontade, pq alguém me vasou que Dumbledore morreria... Talvez por isso, tenha achado a história maçante, não sei... O filme me deixou com vontade de reler.... E, no caso de David Yates, como ao reler o livro 5 e depois ver a merda (desculpe a palavra) de filme que ele fez, fiquei com medo de repetir a decepção e optei por não reler antes de ver o filme. Na minha coleção de DVDs, do Potter, por mais estranho que fique, eu pularei do quarto filme ao 6º, não me interessa adquirir o DVD do quinto, ele é uma afronta à saga do livro, que é mil vezes melhor, como tb é nos outros filmes, mas ao meu ver, nos outros filmes, pelo menos se respeitou o essencial da obra, ainda que não o tenha sido feito nos mínimos detalhes. Contudo, é questão de gosto né?

    ResponderExcluir
  21. Por acaso ainda não vi, mas ta para breve.

    O meu filme da saga preferido é o 3º. A ver se esse supera!

    Cumps.
    Filipe Assis
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderExcluir
  22. O meu preferido da saga, tb é o terceiro e nenhum superou até hoje. Contudo, ao meu ver, no sexto, assim como nos anteriores, ele foi fiel ao essencial contido na obra, o que p/ mim é o que importa. Sim, poderia ter mostrado a cena de luta entre a Armada de Dumbledore e os Comensais, mas permaneço achando que a essência é Harry tomar contato com sua maior responsabilidade: destruir Voldemort de vez, por meio da destruição das Horcruxes e continuar o legado de Dumbledore. E, embora não tenha sido abordado em detalhes, mas o foi; o mistério de quem era o príncipe daquele livro e o que era o tal Sectusempra, foram mostrados, (melhor não comentar, caso alguém leia meu comentário e ainda não tenha lido ou visto o filme. Concorda que mto mais superficial e mal feita foi a abordagem da Ordem da Fênix, a Armada do Dumbledore e, mesmo a profecia, que foram mal explicadas, adaptadas e mostradas no filme 5? Tenho mtas amigas que nem precisaram ler o livro 5º p/ ter certeza que o filme deixou a desejar, nem a narrativa, para dar sentido às partes cortadas e adaptadas, foi bem feita, várias pessoas, mesmo sem a comparação do livro, me disseram isso.... Agora que o livro é melhor, sem dúvida, acho que todo filme adaptado de livro, nunca supera o livro... Apesar de que comecei, abandonei e nem pretendo voltar a ler um dia Senhor dos Anéis achei mtoooooo maçante e cansativa a leitura, pq uma simples montanha é detalhada ao extremo e aquelas letrar minúsculas da edição não ajudam, até aumentou o grau do meu óculos, rs. Agora, Harry Potter, nunca se cansa de se ver nem de reler, o 6º é que ainda não reli, mas tá na fila....

    ResponderExcluir
  23. Um filme eclético e que mostra um grande amadurecimento da franquia. Assim pode-se resumir HARRY POTTER E O ENIGMA DO PRÍNCIPE. A qualidade técnica, aliada às excelentes atuações e um roteiro sábio e harmonioso com as cenas, fez deste o melhor filme desde HARRY POTTER E O PRISIONEIRO DE AZKABAN. E digo mais: este é o melhor filme do bruxinho mais famoso do mundo. O diretor foi muito esperto e genioso ao conciliar suspense, ação, aventura, magia, romance e terror num filme que tem pretensões grandiosas e caminha pra um final maestral.

    SORO: SOM; ATUAÇÕES; ROTEIRO; PRODUÇÃO; EFEITOS VISUAIS; DIREÇÂO; FOTOGRAFIA; MAQUIAGEM; FIGURINO.

    VENENO: DURAÇÃO.

    NOTA (0 a 5): 4,5
    ****

    ResponderExcluir