domingo, 31 de maio de 2009

PEIXE GRANDE - onde a fantasia é melhor que a realidade!!

Olá

A minha intenção inicial era comentar o filme Noivas em Guerra, pois eu achava que iria ser um filme super legal, mas não foi como eu esperava. Depois eu resolvi comentar o filme Tamara que eu assisti na sexta-feira, este sim é um filme de suspense/terror que me surpreendeu, não que seja um filme ótimo, mas foi melhor do que eu imaginava. No entanto, hoje eu terminei de ver o filme Peixe Grande e Suas Histórias Maravilhosas. Assim, entre os três eu resolvi comentar este último que foi o que mais me agradou, principalmente pelas cenas finais.

Sinopse: Edward Bloom (Albert Finney) sempre foi um contador de histórias sobre suas aventuras quando jovem (Ewan McGregor), quando seu desejo de conhecer o mundo o levou de uma pequena cidade no Alabama para lugares incríveis. Suas histórias místicas variam do divertimento ao delírio, quando fala sobre gigantes, feiticeiras e até cantoras gêmeas siamesas. Com suas narrações exageradas, Bloom encanta a quase todos que encontra, exceto seu filho Will (Billy Crudup). Quando sua mãe Sandra (Jessica Lange) tenta aproximá-los, Will precisa aprender a separar a realidade da ficção conhecendo os grandes feitos e derrotas de seu pai.

O filme inteiro conta a vida de Edward Bloom, desde sua infância até sua maturidade quando conhece o amor de sua vida. É interessante, viajarmos junto com o personagem, conhecer suas aventuras e as pessoas estranhas que ele encontrou pelo caminho.

Este filme de 2003 é bastante interessante pelo fato de ser considerado uma comédia, porém eu o considero um drama, já que Will não consegue aceitar as histórias fantasiosas do pai e por isso o rejeita, pois acha que ele esconde algum segredo. Assim, pai e filho precisam se entender para finalmente se amarem do jeito que são.

Adorei as atuações do Ewan McGregor e da Helena Bonham Carter, que apesar de aparecer pouco no filme, ela aparece em momentos cruciais para o desfecho da história. Aliás, este é o 2º de 5 filmes em que o diretor Tim Burton e a atriz Helena Bonham Carter (sua esposa) trabalham juntos. Os demais foram Planeta dos Macacos (2001), A Fantástica Fábrica de Chocolates (2005), A Noiva-Cadáver (2005) e Sweeney Tood - O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet (2007).

Tim Burton é bastante conhecido por seus filmes excêntricos, como Os fantasmas Se Divertem, Edward Mãos de Tesoura e outros. Peixe Grande não é diferente, podemos ver bastante do diretor no filme, como personagens bizarros e ao mesmo tempo muito sensíveis. VALE MUITO A PENA SER VISTO!!!!

Confiram o trailer do filme abaixo:

video

terça-feira, 26 de maio de 2009

O LEITOR - um filme impecável...

Olá


Neste final de semana, além do Sim Senhor, eu assisti a mais dois filmes: Um Faz de Conta que Acontece e o Leitor. Dentre os dois eu preferi comentar O Leitor que é um filme mais completo e com mais história para ser discutida.

Sinopse: Na Alemanha pós-2ª Guerra Mundial o adolescente Michael Berg (David Kross) se envolve, por acaso, com Hanna Schmitz (Kate Winslet), uma mulher que tem o dobro de sua idade. Apesar das diferenças, os dois se apaixonam e vivem uma bonita história de amor. Até que um dia Hanna desaparece misteriosamente. Oito anos se passam e Berg, então um interessado estudante de Direito, se surpreende ao reencontrar seu passado de adolescente quando acompanhava um polêmico julgamento por crimes de guerra cometidos pelos nazistas.

De início o filme mostra a paixão avassaladora que o garoto Michael sente por Hanna, no entanto, em seus encontros amorosos, pouco um sabe sobre a vida do outro. Hanna e Michael passam muito tempo juntos, ora namorando, ora lendo. Na verdade, é ele quem lê para ela livros como "A Odisséia", daí vem o título do filme.
No decorrer do filme, alguns segredos são revelados da vida de Hanna Schmitz, segredos estes que envolvem campos de concentração e crimes cometidos pelos nazistas na segunda guerra mundial. Mas além desses segredos, Hanna esconde um segredo ainda maior que poderá custar sua liberdade.

É uma história de amor muito bonita que durou apenas um verão, mas que marcou a vida dos dois completamente. No entanto, no decorrer da trama, o filme se transforma em um drama muito triste. É difícil imaginar as atrocidades que ocorreram na segunda guerra e o quão culpados são as pessoas que trabalhavam nos campos de concentração.

É um filme MUITO BOM. Vale muito a pena conferir, principalmente para ver a atuação da Kate Winslet, que ganhou o seu primeiro Oscar pela interpretação neste filme. O filme choca as vezes e nos faz pensar o que as pessoas são capazes de fazer para esconder um segredo. EXPLICA MAS NÃO JUSTIFICA! (essa foi a minha opinião sobre os acontecimentos da história/copiei a frase da Renata, uma amiga que trabalha comigo).

Confira o trailer abaixo:

video

sábado, 23 de maio de 2009

SIM SENHOR: Jim Carrey sendo Jim Carrey!!!!

Olá

O último filme que vi foi: Sim Senhor.

Sinopse: Um homem decide ir a um culto de auto-ajuda, que prega que deve-se dizer sempre sim a tudo que aconteça em sua vida. Dirigido por Peyton Reed (Separados pelo Casamento) e com Jim Carrey, Zooey Deschanel e Terence Stamp no elenco.
Neste filme Jim Carrey volta à comédia no papel de Carl Allen, um homem triste e vazio que não consegue se divertir e diz não a todas as oportunidades que aparecem em sua vida. Até o dia em que, a convite de um amigo, participa de um grupo de auto-ajuda que tem uma simples filosofia: diga "sim" a tudo e encontre a felicidade.

A partir desse compromisso que ele firma com o programa, a vida de Carl muda completamente: ele começa a aceitar tudo o que aparece desde aprender chinês até pular de bungee jumping. No começo ele fica maluco e isso vira sua vida de cabeça para baixo. Mas logo ele começa a perceber infinitas possibilidades.

Ao seguir esse programa a vida de Carl muda completamente, fazendo com que seja promovido e conheça Allison (Zooey Deschanel) uma adorável garota por quem se apaixona. No entanto, ao aceitar todas as oportunidades que lhe surgem Carl percebe que não dá para dizer sim a tudo ou senão ele vai perder o grande amor de sua vida.

Este filme é baseado no livro do comediante britânico Danny Wallace, que passou um ano dizendo sim para todas as oportunidades que surgiram pelo caminho.

É um filme muito bom, bem a cara do Jim Carrey. É um filme previsível, porém dá para rir muito das peripécias do personagem. Para quem gosta do estilo: VALE MUITO A PENA CONFERIR!!!

Confiram o trailer abaixo:



video

terça-feira, 19 de maio de 2009

O MISTÉRIO DAS DUAS IRMÃS - um suspense que agrada, mas não surpreende tanto!

Olá

Gente o meu final de semana foi para filmes de suspense/terror. Eu vi dois: Resident Evil Degeneration e O Mistério das Duas Irmãs. Entre os dois eu preferi comentar O Mistério das Duas Irmãs, por ser de um estilo de filme que eu gosto muito, apesar de adorar a franquia Resident Evil, mas este é desenho né e não tem a Milla Jovovich no elenco.

Sinopse: O filme acompanha duas irmãs que voltam para casa após passar um tempo em um internato. Elas são recebidas de braços abertos pela madrasta que logo depois se mostra uma mulher misteriosa e cheia de segredos. Aos poucos, acontecimentos perturbadores vão deixar os nervos à flor da pele. No entanto, a madrasta não é a única a esconder segredos, todos escondem um mistério horripilante. Há outras almas presentes no ar. Almas que não estão em paz.

Então, a história se passa em torno das duas irmãs Anna (Emily Browning) e Alex (Arielle Kebbel) que regressam para casa após um período distante marcado pela morte trágica de sua mãe em uma explosão. No entanto, frequentemente Anna tem visões de sua mãe e também de outras pessoas aparentemente já mortas. Aí começa uma busca pela verdade: Quem realmente é a madrasta? E o que realmente aconteceu na morte de sua mãe?

Este filme é uma refilmagem do terror coreano 'A Tale of Two Sisters', lançado em 2003 no Brasil com o título 'Medo'. Ao ver o filme não vá esperando levar grandes sustos como nos filmes O Chamado e O Grito, pois a história parece ser bem previsível, porém tem um final diferente. NÃO É DOS MELHORES, MAS TAMBÉM NEM DOS PIORES. VALE CONFERIR.

Como não consegui baixar o trailer do Youtub, vai o link do filme abaixo:


quinta-feira, 14 de maio de 2009

A TROCA - um filme emocionante...


Olá


Hoje vou comentar um filme que além de me surpreender me chocou muito: A Troca.

Sinopse: Escrito por J. Michael Straczynski (criador da série Babylon 5) e produzida por Brian Grazer ('O Código Da Vinci'), a história segue uma mulher que tem o seu filho seqüestrado. Devido a isso, reza para o retorno do menino. Quando tem as suas preçes atendidas, no entanto, ela acredita que o garoto que voltou à sua casa não é realmente o seu filho.
A história, como se pode perceber pelo título e pela sinopse do filme, gira em torno do filho desaparecido de Christine Collin (Angelina Jolie) que após muito tempo de busca e pressão da sociedade, a polícia de Los Angeles supostamente encontra o garoto e o devolve a mãe. No entanto, desde o início a Srª Collin nota que aquele não é o seu filho, porém o delegado faz a pensar que ela está muito abalada e que o menino também mudou durante o tempo em que esteve desaparecido, por isso não o reconhece.

Após confirmar que houve uma troca, Christine Collin sai em busca de provas de que o seu filho continua desaparecido e que aquele garoto que a polícia lhe entregou não é ele.

É uma história muito emocionante que mostra o amor que uma mãe sente pelo seu filho e de como as autoridades daquela época (1928) eram corruptas e inescrupulosas. O filme emociona, mas também choca quando é revelado o motivo do desaparecimento do menino. Vale ressaltar que este filme é baseado em uma hisória real!

O que podemos destacar no filme é sua fotografia, a direção e também a interpretação magnífica da Angelina Jolie. Nota-se como ela evoluiu como atriz, principalmente em papéis dramáticos.

EMOCIONANTE E CHOCANTE!!!! Pode conferir que eu recomendo...
Confira o trailer abaixo:

video

segunda-feira, 11 de maio de 2009

A TRIBO - mas que coisinha chata...

Olá

Este final de semana foi complicado, assisti bastante a série Terminator: The Sarah Connor Chronicles (já estou no 10º episódio da segunda temporada – série maravilhosa), no entanto só deu para ver um filme e que filminho ruim: A Tribo.

Sinopse: Liz e seus amigos estão a bordo de um luxuoso iate a caminho de uma ilha paradisíaca, mas aparentemente eles seguiram pelo percurso errado. Quanto o iate naufraga em um acidente, todos vão parar em uma misteriosa ilha. De repente, o grupo é empurrado para dentro de um ambiente totalmente estranho e ameaçador, colocando em dúvida a sua sobrevivência. No dia seguinte, Liz sente a falta de seu noivo e se depara com um rastro de sangue seguindo pela floresta. O medo começa a consumir e dividir o grupo de amigos.

Quando eu vi o trailer desse filme pela primeira vez eu já fiquei um pouco desconfiado, as imagens pareciam uma cópia de algumas cenas do Lost. E foi batata! Eles quiseram imitar o suspense que é notório na série Lost, principalmente quando o grupo vai para o meio da ilha procurar o amigo desaparecido, a trilha sonora é muito parecida. O filme poderia ser bom, mas a história é chata, os monstros são chatos e não me assustaram em nada.

É difícil eu não gostar de um filme, mas este não me surpreendeu em nada. Foi totalmente previsível e um final estranho, até eu bolaria um final melhor. E aqueles atores meu Deus: PÉSSIMOS!

Mas fica a dica aí: EU NÃO RECOMENDO! Este tipo de filme não me dá mais medo, a não ser o “Abismo do Medo” aquilo sim que é filme bom do gênero, este A Tribo é horrível.

Até mais...

Confiram o trailer abaixo:

video

sábado, 9 de maio de 2009

SELINHO




Olá

Dessa vez quem mandou um selinho para o Tomada 7: Luz, Câmera, Ação! foi a Shirley Paradizo, uma garota muito gente boa, ela é dona do blog http://www.mundoanimado.blogspot.com/, agradeço imensamente o carinho.

Como eu já tinha recebido um selinho semana passada do André do Milha Turva, os blogs que eu mandarei meu prêmio serão os mesmos tá!!!

OBS: como eu não sei se pode mandar um selinho para as mesmas pessoas que me mandaram eu preferi não colocar entre os quinze os blogs do André e da Shirley.

Este selinho vem acompanhado de algumas regras, vamos a elas e obrigado pela lembrança!

1. Aceitar o prêmio, publicá-lo no blog juntamente com o nome da pessoa que deu o selinho, premiando seu blog.

2. Passar o prêmio a outros 15 blogs e contactá-los para saberem que ganharam o selo. Aqui vão eles...

quinta-feira, 7 de maio de 2009

X-MEN ORIGENS - WOLVERINE: um arrasa quarteirão


Olá

Nossa, ontem eu vi no cinema com a minha amiga Thaís um dos filmes que a gente estava mais ansioso para conferir no ano: X-Men Origens – Wolverine.

Para antecipar, o filme superou todas as minhas expectativas. Mas antes vamos aos comentários.

Sinopse oficial: O longa conta a história do passado de Wolverine (Hugh Jackman), de seu complexo relacionamento com Dentes de Sabre (Liev Schreiber), e do ameaçador programa Arma-X. Wolverine encontra muitos mutantes pelo seu caminho, tanto familiares quanto novos, incluindo aparições surpresas de várias lendas do universo dos X-Men.


O filme começa com o Wolverine criança tendo uma revelação sobre sua origem e num ataque de fúria, revelando o que ele é – um mutante. O que me surpreendeu é que logo de início já é revelado que o mutante Dentes de Sabre é o irmão mais velho dele, no entanto, a relação dos dois se torna complicada, principalmente pela diferença de caráter dos dois. Não posso revelar muito mais sobre o filme senão perde a graça para quem não viu, outrora, nesse filme podemos ainda ver outros mutantes que não fazem parte dos X-men, mas alguns outros que já são bem conhecidos do público que acompanhou os três primeiros filmes e a HQ é claro. Uma cena marcante é quando mostra as injeções de adamantio que tornam os ossos do Wolverine indestrutíveis e suas garras super afiadas.

O filme é muito bom, com ação do começo ao fim. O clima tenso da história torna o filme um pouco sombrio, já que vemos um Wolverine mais dramático. Porém isso de nada prejudica o filme. A CENA FINAL É SUPER!!!!!! Devem ter gastado muito com efeitos de computação gráfica.

OBS: PARA QUEM FOR VER O FILME NO CINEMA VALE A PENA FICAR ATÉ O FINAL DO FILME, FINAL MESMO, POIS DEPOIS DE PASSAR TODOS OS CRÉDITOS TEM UMA CENA EXTRA DE UNS 40 SEGUNDOS QUE NOS DÁ A ENTENDER ONDE PASSARÁ A HISTÓRIA DO PRÓXIMO FILME.


Confiram o trailer abaixo:

video

segunda-feira, 4 de maio de 2009

SELINHO


Um muito obrigado ao André um cara muito bacana que me acolheu muito bem no mundo do blog, ele é o dono do blog http://www.milhaturva.blogspot.com/, pelo selinho que o Tomada 7 recebeu.

NO DECORRER DA SEMANA EU COLOCO OS BLOGS QUE EU ESCOLHI PARA GANHAR O PRÊMIO!!!!

O SILÊNCIO DOS INOCENTES - um filme pertubador!

Olá

Este final de semana com feriado prolongado me rendeu muito, assisti ao todo 3 filmes (a corrente do mal, o silêncio dos inocentes e operação valquiria) todos com suas qualidades, mas o que eu preferi comentar no blog foi O Silêncio dos Inocentes: o filme que mais me chocou dos três.

Quem já viu sabe do que eu estou falando. Este é um filme pertubador, com muitas cenas fortes, CREDO!!! Mas muito bom...

Sinopse: Clarice Starling é uma aspirante a agente do FBI com o objetivo de trabalhar no Departamento de Estudos de Comportamento com o Dr. Crawford. Quando ela é convocada para ajudar o doutor fazendo o perfil psicológico de um psicopata detido a mais de 8 anos, ela se prepara para dar o melhor de si. Mas a jovem Clarice não esperava que, do outro lado das grades (ou, mais especificamente: do vidro) estaria o famoso psiquiatra Hannibal Lecter, o canibal, um homem muito astuto e inteligente. Com poucas palavras, o ex-psiquiatra tem total domínio sobre o diálogo com a estagiária, por mais que ela tente não ceder às suas pressões. O Dr. Lecter promete à Clarice ter informações sobre Buffalo Bill, um serial killer que está raptando mulheres e devolvendo seus corpos, dias depois, esfolados. Inicia-se então um estranho relacionamento entre Clarice e Lecter, que, em troca das informações sobre o assassino, pede à Clarice que lhe diga sobre seu próprio passado (saudade do trabalho? ou algo mais profundo?). Clarice corre contra o tempo para conseguir salvar a última vítima de Buffalo Bill, a filha da senadora do estado do Tenesse. Para complicar ainda mais, o Dr. Chilton, chefe da Instituição onde Lecter está detido, oferece a ele ser transferido para outra cidade, se disser qual o nome de Buffalo Bill e onde ele está. E Lecter aceita... se Chilton o levar até o Tenesse.

Este filme foi baseado no livro de Thomas Harris. O filme foi lançado em 1991, depois do Dragão Vermelho (1986 e refilmado em 2002) outro filme que aparece o assassino canibal Dr. Hannibal Lecter. Em 2001 fizeram o filme Hannibal e em 2007 – Hannibal: A Origem do Mal. Confesso que só vi Hannibal: A Origem do Mal e agora o Silêncio dos Inocentes, mas fiquei curioso em relação aos outros filmes. VOU PEGAR NA LOCADORA PRA VER!!!

É um filme muito bom, com ótimas atuações principalmente da Jodie Foster e de Anthony Hopkins. Não é a toa que quase todos os críticos consideram este um dos melhores filmes de suspense de todos os tempos. RECOMENDO!!!

Confiram o trailer do filme abaixo:

video

sexta-feira, 1 de maio de 2009

AS DUAS FACES DA LEI - a vida dupla de um policial


Olá

Hoje eu vi um filme que me deixou um pouco impressionado: As duas faces da lei. Confesso que demorei a assistir este filme porque o nome não me chamou a atenção, no entanto, depois que me animei em ver, a história se desenvolveu de uma forma que me surpreendeu.

Sinopse: Após 30 anos como parceiro no Departamento de Polícia de Nova York, os condecorados detetives David Fisk (Al Pacino) e Thomas Cowan (Robert De Niro) deveriam estar aposentados, mas não estão. Eles são chamados para investigar o assassinato de um conhecido cafetão, que parece ter ligação com um caso envolvido com eles há alguns anos atrás. Como no crime original a vítima é um criminoso suspeito, cujo corpo foi encontrado junto a um poema que justifica o assassinato. Quando outros crimes do tipo acontecem fica nítido que eles estão às voltas com um serial killer.

A história é envolvente e cheia de ação e drama também, mas não se enganem com o óbvio porque o que parece ser nem sempre realmente é. A cena final me deixou refletindo: qual o preço de uma amizade? é certo fazer justiça com as próprias mãos?

Não sei responder as duas perguntas, porém uma coisa eu tenho certeza – a vida de um policial não é fácil e as vezes fica difícil distinguir o policial do criminoso. Resumidamente: o filme é bom, com ótimas atuações e eu recomendo...
Cinfira o trailer abaixo:

video