quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

ÚLTIMO POST DE 2009: Avatar e Ardida Como Pimenta

Olá

Aqui vai meu último post do ano de 2009. Fazendo um balanço, posso dizer que conferi ótimos filmes, descobri blogs muito interessantes e me aprofundei no mundo do cinema, já que iniciei meu blog apenas como um mero apaixonado por filmes. Hoje já sou mais consciente de que fazer cinema envolve bem mais do que o simples entretenimento, pois abrange técnica e comunicação. Cinema é uma indústria que gera bilhões em dinheiro; é uma arte que nos transporta para mundos e acontecimentos do passado, do presente, do futuro e até para mundos irreais; emocionando-nos, divertindo e, sobretudo nos maravilhando com suas imagens. POR ISSO NÃO ME CANSO DE DIZER Q SOU CINÉFILO.

Desejo a todos meu amigos blogueiros um ótimo 2010, com muita saúde, paz, felicidade e, claro, ótimos filmes neste ano vindouro.

Segue abaixo os comentários dos dois últimos filmes que vi.

1º Filme: AVATAR (Avatar, EUA, 2009) – FICÇÃO CIENTÍFICA

Sinopse: Jake Sully (Sam Worthington) ficou paraplégico após um combate na Terra. Ele é selecionado para participar do programa Avatar em substituição ao seu irmão gêmeo, falecido. Jake viaja a Pandora, uma lua extraterrestre, onde encontra um ambiente repleto de diversas e estranhas formas de vida. O local é também o lar dos Na'Vi, seres humanóides que, apesar de primitivos, possuem maior capacidade física que os humanos e uma ligação misteriosa com a natureza de Pandora. Os humanos desejam explorar a lua, de forma a encontrar metais valiosos, o que faz com que os Na'Vi aperfeiçoem suas habilidades guerreiras. Como são incapazes de respirar o ar de Pandora, os humanos criam seres híbridos chamados de Avatar. Eles são controlados por seres humanos, através de uma tecnologia que permite que seus pensamentos sejam aplicados no corpo do Avatar. Desta forma Jake pode novamente voltar à ativa, com seu Avatar percorrendo as florestas de Pandora e liderando soldados. Até conhecer Neytiri (Zoe Saldana), uma feroz Na'Vi que conhece acidentalmente e que serve de tutora para sua socialização na civilização alienígena.

O simples fato de ser o primeiro filme dirigido por James Cameron após Titanic, já me faria ir correndo aos cinemas. No entanto o que mais me impressionou, antes mesmo do filme estrear, era a propaganda maciça (boca em boca) de que este seria um filme revolucionário, pois nele foi empregado tecnologia 3D de última geração, sendo que cada pedra, planta e animais existentes no filme foram criados por computação gráfica. Ou seja, um mundo totalmente novo, inteiramente feito por computação gráfica.

Outro motivo que me fez ir correndo aos cinemas foi o fato de que aqui na minha cidade (Maringá/PR) foi lançada as salas 3D, inexistentes até o momento do lançamento do filme Avatar. Então vamos eu, minha amiga Thaís e a irmã dela Paula ao cinema, ficamos bem no começo da fila, mas ao olhar pra trás via-se a extensão enorme dela. Todos querendo ver o filme revolucionário de James Cameron.

Confesso que aproveitei cada segundo do filme, cada sensação nova que esta obra me proporcionou. Fiquei MARAVILHADO com a tecnologia 3D, pois nunca tinha visto um filme neste formato. Não parecia que estava vendo um filme e sim presenciando ele de uma janela, sendo que em algumas cenas parece que estamos dentro dele. Cada detalhe do filme é magnífico. Tiro meu chapéu para James Cameron, ele está de parabéns, conseguiu superar todas as minhas expectativas. Que venham os Oscar’s.


2º Filme: ARDIDA COMO PIMENTA (Calamity Jane, EUA, 1953) – MUSICAL

Sinopse: Doris Day e Howard Keel se estranham, brigam e depois se apaixonam como Calamity Jane e Wild Bill Hickok nesse adorável filme. No início Calmity está muito ocupada lutando contra índios e manejando um chicote para se preocupar com vestidos e perfumes como todas as outra mulheres. E Wild Bill também anda ocupado tentando conquistar uma delicada garota (Allyn McLerie) para falar algo sobre a impetuosa Jane. Mas as coisas mudam nessa rotina, quando um começa a ser alvo do amor do outro. É um glorioso Western, com muita dança e a bela e contagiante trilha sonora composta pelos vencedores da Academia Sammy Fain e Paul Francis Webster, que ganharam seu primeiro Oscar pela clássica canção (e grande sucesso nos anos 50) Secret Love.

Este filme foi um achado para mim. Indicação de um amigo (na verdade ele nem chegou a ver ainda, mas pediu para gravar pra ele), foi assim que descobri esse delicioso filme. Muito divertida, Dóris Day está incrível no papel de Camity Jane, uma mulher geniosa que pouco se parece com uma mulher na verdade. Rodeada de homens, a vida de Calamity se resume a enfrentar índios e disparar sua arma toda vez que sua honra é posta em dúvida. Sua vida muda quando por pressão dos homens da cidade onde mora, ela precisa buscar uma atriz da cidade grande para se apresentar no teatro de sua cidade.

Me diverti muito com esse filme e as canções então, lindas por sinal.

Abraços a todos e mais uma vez, Feliz 2010 :)

14 comentários:

  1. Sim, Cameron fez um ótimo investimento em Avatar e consegue, mais uma vez, conquistar o público com um filme mágico, marcante e imperdível. Fica uma ótima sensação de "quero mais".

    NOTA (0 a 5): 4,5
    ****

    ResponderExcluir
  2. Doris Day era baratinada!

    Cameron investiu novamente na execução!

    Abs!

    ResponderExcluir
  3. Desejos de um excelente 2010 e de um breve regresso! ;)

    Cumps.
    Roberto Simões
    CINEROAD - A Estrada do Cinema

    ResponderExcluir
  4. Em alguns dias cameron poderá se proclamar o reio do mundo tendo os dois maiores sucessos da história do cinema com Titanic e Avatar...

    muito merecido por sinal, pois Cameron é um cineasta com ambição, visão e sem limites para produzir seus filmes. Avatar é uma obra-prima com letras garrafais.

    ResponderExcluir
  5. Oi Bruno! Feliz 2010!

    Não gostei muito de Avatar...os efeitos são excelentes, mas a história não é das melhores...

    O outro filme me parece ser mto bom...vou procurar ver.

    Abraços

    ResponderExcluir
  6. Um dos filmes mais belos que vi nos ultimos anos, incondicionalmente.

    abraço, sumido

    belo texto!

    ResponderExcluir
  7. Oi Altieres, tudo bem?

    Puxa! Há quanto tempo que eu não comentava aqui no "Tomada 7". Os últimos meses foram muito atribulados e pelo que percebo você está passando pelo mesmo infortúnio. Estou passando para te dar uma notícia bem especial: após mais de quatro meses longe da blogosfera, estou reativando hoje o “Anexo Secreto”. Ficaria realmente muito feliz se pudesse contar novamente com sua participação no blog. Obrigado por ter mantido o link do "Anexo" na sua lista de recomendações.

    Grande abraço e até mais.

    ResponderExcluir
  8. Sim, Cameron fez um ótimo investimento em Avatar e consegue, mais uma vez, conquistar o público com um filme mágico, marcante e imperdível. Fica uma ótima sensação de "quero mais".

    NOTA (0 a 5): 4,5
    ****

    ResponderExcluir
  9. vim retribuir sua visita e dizer que gostei bastante do seu blog... já trabalhei com edição de vídeo!
    rs
    e sobre o seu comentário, se quiser conversar, me manda email!
    bjos

    ResponderExcluir
  10. acabei apagando antes, mas meus dados estão no meu perfil!
    sorry

    ResponderExcluir
  11. avatar ainda nao vi, mas ardida como pimenta ja assisti varias vezes e otimo

    ResponderExcluir